Adaptação de sistema Colaborativo de Mensagens

SISTEMA DE ANÁLISE DE MENSAGENS EM CHAT COLABORATIVO

 

A ferramenta usada como base é o sistema Collabora onde os principiais módulos são de acordo com ISHIKAWA (2016, p.4) “Login, Colaboração, Aprendizagem e Chat”. A seguir uma breve descrição de cada um:

  • Módulo de Login é responsável pelo cadastro de usuários, nele são separadas os perfis de acesso para aluno, professor e gerente o tipo de usuário lhe dá acesso a uma gama de funcionalidades que lhe são convenientes sendo o nível mais fraco o do aluno que vai direto ao chat.

  • Módulo de Colaboração é avaliado a participação do aluno ao seu grupo perante a atividade dada pelo professor, ou seja, aqui são avaliadas cada mensuração dele no chat e o que sua participação trouxe para a resposta final. Pretende-se aqui em primeiro momento construir uma tabela decisória onde o professor irá ponderar cada frase postada do aluno como cabível ou não ao assunto.

  • Módulo de Aprendizagem é responsável pela manutenção de vários cadastros relacionados a atividade do aluno sendo: manter ementa, conteúdo, disciplina, exercício, turma e atividade

  • Módulo de Chat é onde os alunos podem começar sua conversação e junto a ela a responder os exercícios propostos pelo seu professor. Nesse módulo é usado websocket o que deixa mais rápido a navegabilidade e também é registrado o login do aluno perante a atividade


Em geral para começar ao projeto estão feitas várias atividades para deixar ele em um ponto ideal de partida para aprendizagem de frases. Foram por exemplo arrumadas:

  • Importação de arquivos onde mudou-se o padrão para .csv pois é visto a maior facilidade de usuários a trabalharem com a planilha em formato possível de ser aberto pelo Excel ou Calc do Open Office também já evitamos com que qualquer outro tipo de arquivo seja selecionado. Também aproveitamos a oportunidade para alocar campo novo para e-mail onde será usado para recuperar senha. Ainda no retorno de mensagens da importação houve um melhoramento assim colocando quantificadores do que foi importado e o que já tinha na base anteriormente.

  • Segurança básica onde foi colocado variáveis de sessão que controlam para o usuário só acessar a funcionalidade se estiver devidamente logado e quando o mesmo tempo o sistema a muito tempo ele automaticamente perde a sessão ou seja, assim assegurando que ninguém mal-intencionado vá com a senha dele fazer coisas erradas.

  • Correção de codificação pois o projeto estava com páginas web em UTF-8, porém o eclipse não acompanhava esse padrão o que ocasionava em várias páginas com que viesse as informações distorcidas na tela e também durante essa mesma procura foi corrigido os erros de português encontrados.

  • Colocou-se em funcionamento a inserção de grupos para alunos, também já fazendo aparecer em tela os grupos previamente cadastrados para aquela turma cujo não apareciam antes.

  • Colocou-se data no manter referências e também fez o mesmo salvar, atualizar ou excluir qualquer dado que fosse postado pois antes não acontecia. No geral também verificou todo e qualquer manter onde basicamente em sua maioria tinha algum problema foram arrumados para ter a sua relação de salvar, atualizar, excluir ou procurar completamente funcionais.

  • No contexto como um todo para organização foi separado os arquivos de css em um arquivo headGeral.jsp onde chama os principais e essenciais para o sistema como um todo onde também atualizei todos para a última versão assim evitando possíveis bugs. Também fiz uma separação igual para os arquivos de javascript onde foram separados no arquivo foter.jsp ficando assim somente em um lugar a chamada desses arquivos foi mais fácil os atualizar. Fora também que arrumei para manter o padrão de página construída chamando css que é prioridade para visibilidade da página e javascript ao final que é um efeito secundário e dá o efeito ao usuário de carregamento mais rápido a página.


 

Aperfeiçoamento dos Módulos do Administrador e Módulo Professor


 

O módulo do professor possui as seguintes funcionalidades:

  • Relatório de opiniões dadas por alunos erradas aqui ainda podemos deixar filtros por palavrões, assunto fora de contexto ou ainda falta de participação total onde também considero importante marcar o horário onde o aluno deu a resposta, pois de nada adianta o grupo conversar meio dia sobre atividade de criação de índices e meia-noite vai o aluno “preguiçoso” do grupo dar sua opinião.

  • Relatório de opiniões dadas por alunos erradas x opiniões dadas com assunto relevante ou certo isso vai ser importante ao professor para ele afinar a turma sobre o assunto ou se as porcentagens de acertos for boa já passar adiante para o novo assunto. O ideal para esse relatório seria um gráfico de pizza comparador e ao lado a quantificação de quem respondeu certo e errado.

  • Relatório de questões respondidas em geral por grupo podemos filtrar o que cada um respondeu acima;

  • Relatório de alunos participantes onde também é importante marcar de onde se conectaram se foi de celular, tablet, ou computador e qual navegador até para aperfeiçoar o programa;

  • Relatório de alunos que abandonaram a atividade tentar monitorar nesse caso a possibilita por que o aluno abandonou a atividade, tais como ver quantas vezes o aluno tentou se conectar ao sistema e não conseguiu, ou quanto tempo ele ficou conectado. Monitorando por ip e hora de conexão ao exame conseguiria se ver as tentativas que o aluno fez e aonde ele fez e até por qual navegador que nos dias atuais pode ser superimportante até para ver se a aplicação falha em casos específicos. Em casos por exemplo que ele se conecta com navegadores diversos já afeta e na versão do sistema operacional Apple também tenho visto um diferencial bem grande para critérios de data que podem afetar o andamento do exame então por isso seria importante registrar tudo isso;


Módulo de identificação de mensagens válidas

Atualmente o sistema faz a verificação de frases válidas via seleção do professor onde o mesmo deve analisar cada frase postada pelo aluno no chat e marcar se foi válida ao contexto da atividade ou não. Com esse planejamento pretende-se melhorar o módulo para que comece a fazer essa verificação sozinho.

Mediante palavras-chave previamente cadastradas o algoritmo analisara o que está ou não relacionado as questões já fazendo o processamento em paralelo as suas mensagens. A verificação é dada usando como entrada a troca de mensagens entre os participantes durante a resolução das atividades.

Para cada questão é cadastro um conjunto de termos técnicos, os quais podem ser base para avaliar as mensagens trocadas entre os participantes. Ou seja, a ideia inicial é avaliar a validade das mensagens por meio da presença ou não dos termos técnicos. A ideia geral é que possamos medir o quanto mais tecnicamente o aluno participou e assim também dar a nota perante a questão dele.

Poderemos medir a eficácia do assunto do aluno procurando o uso de mais palavras-chave perante sua digitação o que cada uma encontrada dará um ponto perante o sistema para ele pois o mesmo entenderá que ele está tendo controle e domínio sobre o assunto. Porém ainda deveremos passar pela validação de escrever besteira mais palavra-chave, ou seja, ele “entendeu” as regras do chat e só para zoar com o mesmo começar a escrever besteira alinhada a uma palavra-chave não pode pontuar. Se a pessoa digitar frases idiotas pelo meio do texto mais o aluno tiver a “expertise” de ver que a conjugação com um termo chave irá lhe dar pontos também temos que prever isso, pois muitas vezes também trabalhamos com alunos de computação.

A primeira linha de validação para a sua frase digitada poderá ser quantificação de palavras digitadas se forem poucas tais como um “oi” então o sistema deverá ignorá-lo e prosseguir para a próxima validação. A próxima pode ser a validação de palavrões cujo são usados em todo e qualquer lugar nesse podemos fazer um cadastro prévio para o sistema entender tudo o que são essas palavras e sempre que o aluno ou usuário usá-las deverá ser marcado para punição. Devemos manter isso em mente pois sempre haverá “engraçadinhos” dizendo coisas indevidas no chat.

A próxima linha de validação deverá ser a equiparação da frase digitada com o assunto em questão não sei como ainda chegar nesse ponto mas teríamos que verificar aqui palavra a palavra e ver se num contexto inteiro a frase se acopla ao tema proposto e o aluno não está somente divagando sobre o assunto a esmo.

A ideia geral da pesquisa também deverá ser feito uma análise de como verificar as frases de cada aluno ou seja, por indicações prévias da professora será analisado algoritmos viáveis para que seja feito a construção do módulo de verificação. Mediante análise de vantagens e desvantagens de cada um levando principalmente em conta o tempo x a utilização de recursos do servidor.

A pesquisa será feita previamente olhando bons exemplos e qual mais rápido se implementa para algoritmos tais como Sherlock.

Gerando essa pontuação sobre o chat em questão podemos finalmente começar o módulo de professores onde o mesmo será composto de relatórios diversos. Tais como principal seria:

Relatório de opiniões dadas por alunos erradas aqui ainda podemos deixar filtros por palavrões, assunto fora de contexto ou ainda falta de participação total onde também considero importante marcar o horário onde o aluno deu a resposta, pois de nada adianta o grupo conversar meio dia sobre atividade de criação de índices e meia-noite vai o aluno “preguiçoso” do grupo dar sua opinião um pouco antes de a tarefa fechar.

Relatório de opiniões dadas por alunos erradas x opiniões dadas com assunto relevante ou certo isso vai ser importante ao professor para ele afinar a turma sobre o assunto ou se as porcentagens de acertos for boa já passar adiante para o novo assunto. O ideal para esse relatório seria um gráfico de pizza comparador e ao lado a quantificação de quem respondeu certo e errado.

Relatório de questões respondidas em geral por grupo podemos filtrar o que cada um respondeu acima;

Relatório de alunos participantes onde também é importante marcar de onde se conectaram se foi de celular, tablet, ou computador e qual navegador até para aperfeiçoar o programa pois sempre temos peculiaridades de cada ambiente, até em celulares temos que pensar nos mais básicos que podem ter pouca memória ou até estarem navegando via dados móveis o que é pouca banda para o sistema gastar em coisas indevidas.

Relatório de alunos que abandonaram a atividade tentar monitorar nesse caso a possibilita por que o aluno abandonou a atividade, tais como ver quantas vezes o aluno tentou se conectar ao sistema e não conseguiu, ou quanto tempo ele ficou conectado.

 

Referências

ISHIKAWA, Eliana C. M.; NOVELLI, Lucas; ANDRADE, Vinicius C.; MATOS, Simone N.; JUNIOR, Guataçara dos S. Modelo Conceitual do Objeto Virtual de Aprendizagem Colaborativa para Aprendizagem de Estatística (Collabora). 2016. CINTED-UFRGS

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SPAM de hacker pedindo bitcoin

MER BRModelo