Conceito de Risco

O conceito de risco está relacionado com a incerteza e a variabilidade, enquanto a sua gestão envolve tudo que uma organização faz ou fornece. Numa visão abrangente podem-se considerar riscos para as organizações humanas:

  • Especulativos, relacionados à possibilidade de ganho ou chance de perda

  • Administrativos, dependentes de decisões gerenciais: de mercado, financeiros, de produção

  • Políticos, vinculados a leis, decretos, portarias, etc.

  • De inovação, relacionados a novas tecnologias, novos produtos, etc.


O risco é, então, a combinação dos seguintes elementos: (1) probabilidade de ocorrência de dano e (2) consequências do dano criado.

Técnicas de Análise de Riscos


A análise de risco é a parte estratégica no desenvolvimento de um produto ou serviço, ela deve identificar os perigos e estimar, avaliar e controlar os riscos e a eficácia do controle, associados aos produtos por ele fornecidos. Deve-se definir uma metodologia lógica para avaliar os riscos envolvidos em produtos, processos e sistemas para minimizar a possibilidade de falhas no desenvolvimento, produção e utilização de um produto ou na realização de um serviço, aumentando a confiabilidade e segurança associados aos produtos e serviços fornecidos.

Gerenciamento de Riscos


A estimativa de risco examina os eventos e circunstâncias iniciais, a sequência de eventos relacionados a elas, as características atenuantes e a natureza e a frequência das possíveis consequências nocivas dos perigos identificados. Os riscos devem ser expressos em termos que facilitem a tomada de decisão referente ao controle de risco e é importante que, na análise dos riscos, seus componentes (ou seja: a probabilidade e a gravidade) sejam analisados separadamente.

Vários métodos podem ser utilizados para se fazer uma estimativa de risco. A estimativa de risco quantitativa é possível quando os dados adequados estiverem disponíveis. Os métodos de estimativa de risco quantitativos podem incluir meramente a adaptação de um método quantitativo. Uma abordagem alternativa também pode ser apropriada.

Processo de Gerenciamento de Riscos


O processo de gerenciamento de risco pode ser dividido nas seguintes etapas: (1) Clara identificação da finalidade do produto ou serviço; (2) Identificação de perigos conhecidos ou previsíveis; (3) Estimativa de riscos para cada perigo; (4) Avaliação de risco; (5) Análise das opções para redução de risco; (6) Implementação das medidas de controle de risco; (7) Avaliação do risco residual; (8) Análise de risco/benefício; (9) Outros perigos gerados; (10) Totalidade da avaliação de risco; (11) Avaliação do risco residual total; (12) Relatório de gerenciamento de risco; (13) Informação pós-produção.

Metodologias de Gestão de Riscos


Para gerenciar riscos as seguintes metodologias podem ser utilizadas:

  • APP ou APR - Análise Preliminar de Perigo/Risco

  • What if -O que aconteceria se?

  • AAF - Análise da Árvore de Falhas (Fault Tree Analysis - FTA)

  • HAZOP - Hazard and Operability Studies

  • FMEA - Failure Mode and Effect Analysis

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Api para correspondente bancário - Analise Info